Tecnologia

Há telemóveis que não vão ter WhatsApp a partir de julho. O seu está na lista?

Muitos modelos de telemóveis vão deixar de suportar a aplicação de conversas WhatsApp a partir de 1 de julho, dependendo do sistema operativo.

Com o passar do tempo, algumas aplicações deixam de fazer atualizações para determinado sistema operativo, o que as torna incompatíveis com certos modelos de telemóvel. É o que vai acontecer com o WhatsApp a partir de julho, deixando de funcionar numa série de aparelhos com sistemas “ultrapassados”.

A lista de telemóveis que vão deixar de suportar o WhatsApp é ampla:

Nos telemóveis com sistema operativo Android, serão afetados todos os que tiverem uma versão Android 2.3.7 ou anterior.

No caso dos iPhone, a aplicação deixará de estar disponível em todos os telemóveis com um sistema iOS7 ou anterior.

Além desses, serão afetados os modelos Nokia S40, os telemóveis com sistema operativo Windows 8.0 e o Blackberry 10.

Como saber qual o sistema operativo do seu telemóvel

Se o seu telemóvel tem um sistema operativo Android, deve aceder ao menu “Configurações” ou “Definições” e, depois, encontrar a secção “acerca do telefone” (a designação pode variar consoante o modelo, mas será sempre semelhante) e aí poderá ver qual a versão que tem instalada e que poderá ser atualizada, se necessário.

Se tem um iPhone, deve selecionar igualmente a secção “Configurações” ou “Definições”, selecionar a opção “Geral” e, depois, abrir “Informações”. Dentro desse menu, poderá ver qual a versão do iOS que tem instalada. Se quiser saber se tem a versão mais atual, volte ao menu “Geral” e clique na opção “Atualização de software”.

O que fazer se o sistema operativo do seu telemóvel deixar de suportar o WhatsApp

Se o seu telemóvel tem um dos sistemas operativos referidos anteriormente, deve tentar atualizá-lo para obter uma extensão. No entanto, isso nem sempre é possível e, caso o aparelho não suporte novas atualizações de software, poderá ter de comprar um novo ou utilizar outra aplicação de conversas semelhante ao WhatsApp.

FONTE JA.PT

FOTO INTERNET

Fonte
JN.PT
Mostrar mais

Artigos relacionados