Desporto

Manchester United confirma Cristiano Ronaldo no clube: “Bem-vindo a casa”

A confirmação surgiu depois de Ronaldo aterrar em Lisboa: o jogador começou o dia na Juventus, foi dado como quase certo no City e acaba contratado pelo Manchester United.

Manchester United confirma Cristiano Ronaldo no clube. “Bem-vindo a casa”.

Em comunicado, o clube escreve que “está encantado por confirmar que chegou a acordo com a Juventus” e que falta apenas acertar alguns detalhes, referindo “termos pessoais, de visto e médicos”. Ao descrever o longo currículo de Ronaldo, o clube lembra que, “na sua passagem pelo Mancheste United, ele marcou 118 golos em 292 jogos”: “Todos no clube estão desejosos por dar a Cristiano as boas-vindas de regresso a Manchester”.

Ronaldo agradece aos adeptos

“Hoje deixo um clube extraordinário, o maior de Itália e seguramente um dos maiores em toda a Europa”, escreveu Ronaldo nas redes sociais. “Dei o meu coração e a minha alma à Juventus e irei sempre amar a cidade de Turim até aos meus últimos dias.”

O internacional português agradeceu o respeito dos adeptos da Juventus e garante que foi por eles que lutou “em cada jogo, cada época e cada competição”.

“No final, podemos olhar para trás e apercebermo-nos de que alcançamos grandes coisas, não tudo o que quisemos, mas, ainda assim, escrevemos uma história bonita juntos.”

Citando o refrão do hino da Juventus, Ronaldo termina: “Serei sempre um de vocês. Vocês são agora parte da minha história, ao mesmo tempo que eu sinto que sou parte da vossa. Juventus, Turim, ‘tiffosi bianconeri’, estarão sempre no meu coração.”

Já o futebolista internacional português Bruno Fernandes saudou o regresso de Cristiano Ronaldo ao Manchester United, ‘assumindo-se’ como intermediário do negócio.

“Agente Bruno?”, escreveu o médio luso, que alinha nos ‘red devils’ desde 2019/20, na sua página oficial no Twitter, deixando a mensagem de boas-vindas ao capitão da seleção portuguesa: “Bem-vindo de volta, Cristiano”.


Cristiano Ronaldo já tinha o cacifo vazio
desde a passada quinta-feira e foi esta sexta-feira ao centro de treinos da Juventus dizer um definitivo adeus aos craques da equipa italiana. Esteve 40 minutos no centro de estágios da Juventus, segundo a Gazzetta dello Sport.

Cristiano Ronaldo já está em Lisboa e veio num voo privado para a capital, que chegou a solo português por volta das 16h. Esta informação vai ao encontro da notícia do Manchester Evening News, que dá conta de exames médicos na capital portuguesa para depois assinar pelo Manchester United. Mas, não esquecer, há também a concentração da seleção nacional em breve. Quando chegou a Lisboa, disse apenas aos jornalistas “vão saber daqui a uma hora”.

Esta sexta-feira ao início da tarde, Massimiliano Allegri, treinador da Juventus, confirmou em conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Empoli que o craque português o informou que “não queria ficar na Juventus”.

“Cristiano Ronaldo disse-me ontem [quinta-feira] que quer deixar a Juventus imediatamente. É verdade e confirmo. Por isso não treinou hoje e não está disponível para o jogo de amanhã frente ao Empoli. Não estou dececionado com ele. Quer deixar a Juventus e fez uma escolha, vai procurar um novo clube após três anos aqui. Faz parte da vida”, confirmou Allegri.

Guardiola, o suposto futuro treinador de Ronaldo, também não fugiu às questões sobre o português na conferência de imprensa antes do jogo com o Arsenal. “Cristiano vai decidir onde quer jogar, não o Manchester City ou eu. Agora parece estar longe”, afirmou. “A única coisa que posso dizer é que ainda com três ou quatro dias de mercado tudo pode acontecer. Na minha opinião existem poucos jogadores, incluindo Ronaldo e Messi, que podem decidir onde querem jogar. Têm o papel principal nas negociações”, explicou o treinador espanhol. “Eles é que batem às portas e ligam. Depois disso não posso controlar e não é da minha responsabilidade. Estou focado no que temos de fazer e nos jogadores que tenho”, garantiu.

Sobre se poderia treinar Ronaldo, Guardiola manteve o tom: “Digo o mesmo, Cristiano vai decidir onde quer jogar, não o Manchester City ou eu. Existem muitas coisas. Agora parece estar muito longe”. O técnico disse ainda que o que português e Messi são os “melhores jogadores dos últimos 20/30 anos e só se pode agradecer”. “Honestamente, o que eles têm feito, acho que não vamos ver nada assim no futuro”, referiu.

Solskjaer, treinador do Manchester United, abriu logo a porta ao capitão da seleção nacional: “Não pensei que o Cristiano fosse deixar a Juventus. Sempre tivemos boa comunicação. Sei que o Bruno Fernandes tem falado com ele e ele sabe o que sentimos por ele. Já disse várias vezes que muitas vezes quando há especulação e és o Manchester United, Ronaldo, Messi, Pogba, Bruno Fernandes, tens de ler muita coisa sobre ti. Vamos ver o que acontece com Cristiano, é uma grande lenda deste clube”.

O Manchester Evening News diz, aliás, que Cristiano Ronaldo falou com Alex Ferguson e acabou por receber uma oferta de contrato do Manchester United, com o City a perder desde logo o interesse no português. Segundo o mesmo jornal, foi mesmo o ex-treinador e lenda do clube a aproximar-se do antigo pupilo. Até esta manhã, os citizens eram o único clube interessado em Ronaldo, como diz o jornalista Samuel Luckhurst, do referido jornal de Manchester. “Agora seria uma surpresa se Ronaldo não fosse para o United”, escreve. De facto, não foi.

fonte RUI SALVADOR observador.pt

Fonte
observador.pt
Mostrar mais

Artigos relacionados